Cronologia de todos os estudos científicos realizados com os videntes de Medjugorje (1981-2005)



27 de junho de 1981

 
No quarto dia após o início das aparições em Medjugorje, um médico local de nome Dr. Ante Bojevic examinou os videntes pela primeira vez a pedido da polícia da cidade próxima de Citluk. O resultado de sua avaliação foi de que todos eram bem equilibrados.
 
29 de junho de 1981
 
Dois dias mais tarde as crianças foram levadas pela polícia a uma clínica psiquiátrica em Mostar, a cidade mais próxima. O psiquiatra, Dr Dzudza Mulija, os examinou e concluiu que as crianças eram normais. De acordo com Vicka, Dr Dzudza disse: "São as pessoas que trouxeram vocês aqui que são insanas. vocês são absolutamente normais"1.
 
Outubro de 1981
 
Quatro meses após o início das aparições de Medjugorje, o psiquiatra Croata, Nikola Bartulica, entrevistou Vicka por mais de uma hora e meia. Ele chegou à mesma conclusão que os outros profissionais de que Vicka era mentalmente saudável.
 
1982
 
Frei Slavko Barbaric, doutor em psicologia social e padre franciscano, examinou todos os seis videntes.Os resultados encontrados por padre. Slavko também foram muito positivos, ao descrever o comportamento dos videntes de Medjugorje. Ele concluiu que não havia nenhum sinal de alucinação e que as crianças se comportaram de forma independente uma da outra. Posteriormente frei Slavko viria a se tornar mais envolvido na vida dos videntes e da paróquia de Medjugorje..
 
1982-1983
 
Dr. Ludvik Stopar foi o primeiro médico a examinar os videntes, enquanto em estado de êxtase. Dr. Stopar é um psiquiatra e parapsicólogo da Eslovénia. Ele visitou Medjugorje quatro vezes: em maio de 1982, novembro de 1982, Junho de 1983 e Novembro de 1983. Através de seu estudo, Dr. Stopar se convenceu de que as crianças eram normais. Ele também passou a acreditar ser a experiência das crianças de ordem sobrenatural.
 
Março de 1983
 
Dr Mario Botta, com uma equipe de médicos italianos constatou que os batimentos cardíacos dos videntes eram normais. Este teste entre uma série de outros testes clínicos demonstrou que as aparições não afetavam a realidade fisiológica de qualquer forma.
 
23-24 agosto, 1983
 
Dr. Philippe Madre é o fundador e diretor de uma clínica para a investigação sobre a interação de forças somáticas, psicológicas e sobrenaturais. Ele era, portanto, bem qualificado para examinar os fatos, embora ele tenha visitado Medjugorje mais como um diácono do que como médico. Sua visita foi interrompida quando foi preso pela polícia e deportado no primeiro dia após a sua chegada. Devido a isso ele só pode fazer um relatório geral de suas impressões. Em sua opinião os videntes eram saudáveis de mente e corpo, e acrescentou, que também o eram em seu desenvolvimento espiritual.
 
Dezembro 1983
 
Dr. Botta, um cirurgião cardíaco de Milão, voltou a Medjugorje para realizar um eletrocardiograma em Ivan. Novamente, ele concluiu que "o estâse não suprime a fisiologia normal, mas de alguma forma a transcende."2
 
1984
 
No ano de 1984 os videntes em Medjugorje foram testados por um grande número de especialistas italianos, trabalhando independentemente um do outro. Incluídos neste grupo foram a Dra. Maria Frederica Magatti, Dra. Lúcia Capello, Dr. Enzo Gabrici e Prof Anna-Maria Franchini. Nenhum deles encontrou nada que implicaria em dúvida de seu testemunho.
 
Março-dezembro de 1984
 
Uma série extremamente importante e abrangente de testes foi conduzida por uma equipe de médicos franceses, utilizando equipamentos altamente sofisticados que trouxeram a Medjugorje. Suas viagens de visitas a Medjugorje foram de curta duração, mas foram freqüentes entre Março e Dezembro de 1984. Professor Henri Joyuex era o chefe da equipe, um professor de Cancerologia da Faculdade de Medicina de Montpellier e um cirurgião do Instituto do Câncer de Montpellier. A conclusão que chegou a partir dos dados coletados em seus testes científicos foi impressionante: "... O fenômeno ... é cientificamente inexplicável ..." 3
 
7,8 e 9 de setembro 1985
 
Uma equipe de cientistas da Itália, dirigido pelo Dr. Luigi Frigerio, veio a Medjugorje com testes mais detalhado e equipamentos mais sofisticados. Entre eles estava um neuro-fisiologista que se especializou no estudo de "êstase", o professor Margnelli.
 
Outubro 1985
 
Em 20 de outubro de 1985 o relatório do comissão criada pelo Bispo de Mostar afirmou, em relação às aparições de Medjugorje, que os testemunhos dos médicos estrangeiro não são admissíveis, não importa o quão sofisticada a tecnologia utilizada, porque eles não falam servo-croata e tiveram que contar com intérpretes.
 
14 de janeiro de 1986
 
Uma equipe de dezessete renomados cientistas, médicos, psiquiatras e teólogos chegaram a uma conclusão baseada em 11 itens a partir dos resultados dos testes internacionais administrados pela Comissão Científica teológica Italo-francesa sobre os eventos extraordinários que estão ocorrendo em Medjugorje. Se constituia no conjunto mais completo e minucioso dos dados científicos reunidos até aquela data. Você pode ler acima as Conclusões publicadas pela Comissão Científico-Teológica Ítalo-Francesa. clique aqui para ler
 
Abril-dezembro 1998
 
A pedido do Escritório Paroquial de Medjugorje, os videntes foram convidados, mais uma vez a serem submetidos a uma bateria de testes. Dirigindo a equipe estava o Dr. Andreas Resch, professor de Teologia na Universidade Pontifícia Alfonsianum em Roma que é também um perito para "áreas obscuras da ciência" . Eles repetiram os experimentos de 1984 dos especialistas franceses e dos especialistas italianos de1985, mas em uma escala mais abrangente. Como este estudo foi de uma magnitude igual ou maior que os estudos de 1984 e 1985 , tornou-se conhecido como o Grupo de Trabalho "3" de Medjugorje.
 
25 de junho de 2005
 
No 24 º aniversário das aparições, o exame mais recente foi realizado, a pedido da Santa Sé. O evento reuniu os videntes Ivan e Marija* e o professor Henri Joyeux com uma equipe de especialistas franceses, que tiveram a oportunidade de comparar os estudos científicos, de 20 anos atrás com as experiências atuais dos videntes. Suas conclusões foram as mesmas e confirmaram os resultados dos testes que tiveram lugar em 1984-85.
 
* Os videntes Ivan e Marija tem aparições diárias de Nossa Senhora. 

"Também hoje eu vos convido novamente à conversão. Abram seus corações. Este é um tempo de graça enquanto Eu estou com vocês, façam bom uso dele."