Fenomenologia das aparições em Medjugorje - 04 - Resultados dos exames médicos



A experiência dos videntes atraiu a atenção de especialistas médicos. Primeiro foram especialistas italianos em seguida vieram os franceses. Eles conduziram diversos estudos e exames tentando determinar o que acontece e se os videntes podem ser merecedores de crédito. Juntamente com os exames psicológicos que determinaram a saúde mental dos videntes eles puderem examinar as reações físicas em seu corpo antes, durante e após o momento da aparição. O eletroencefalograma, eletroóculograma, testes de audição e de sensibilidade à dor, pressão sanguínea e frequência de pulso foram realizados. Os videntes também foram observados durante as aparições.
 
Os testes psicológicos provaram, sem deixar dúvidas, que eles são pessoas normais, sem nenhum sinal de desordem mental. Encontro com os videntes sempre confirmam o que os testes psiquiátricos e psicológicos revelaram.
 
O resultado dos exames médicos prova que num determinado momento, que os videntes chamam de 'uma aparição' que alguma coisa está acontecendo. Não há explicação médica para este fenômeno, que confirme a declaração dos videntes. É importante ressaltar que através desses testes somente os videntes e as reações em seus corpos foram examinadas, mas não o outro lado, que neste caso, de acordo com os videntes é Nossa Senhora.
 
O resultado dos exames médicos pode ser resumido em vários pontos: nenhum dos videntes mostra uma estrutura mental histérica ou alguma inclinação excepcional para a sugestão. Sua função imaginativa é equilibrada e eles são sociáveis. O exame eletroencefalográfico mostra ondas alfa contínuas e sincrônicas em todas as áreas do cérebro. O eletrooculograma mostra que durante a aparição o movimento de seus olhos param eles não reagem com suas pálpebras a movimentos externos com luzes e eles não vêem uma tela colocada defronte de seus olhos. Apesar de a voz não ser ouvida durante a aparição a gravação do movimento muscular do diafragma mostra o mesmo padrão que durante a fala normal, enquanto eles não ouvem os sons do mundo exterior. Outros testes científicos mostram a insensibilidade à dor. Não há explicação científica para que eles juntos caiam de joelhos no início da aparição, Ou para a simultânea não audibilidade de suas vozes, que novamente se tomam audíveis durante a oração do "Pai Nosso" ou a reação simultânea de seus olhos. A partir de todos os exames pode-se dizer que durante a aparição os videntes não estão dormindo ou sonhando e pode-se dizer também que qualquer doença mental ou influência externa foi excluída. Todos os exames até aqui mencionados e os seus resultados provam que não há doença ou engano. Algo que pudesse ter sido combinado entre os videntes está excluído.

"Queridos filhos! Rezem comigo ao Espírito Santo para que Ele os conduza na procura da vontade de Deus no caminho da vossa santidade."