Voltar

Membro da Comissão do Vaticano participou de Aparição à Marija na Sicília

30.000 pessoas participaram do encontro de oração

Noventa ônibus de toda Sicilia transportaram os peregrinos para Palermo onde um total de 30 mil pessoas acompanharam a Santa Missa e a Aparição de Nossa Senhora à vidente de Medjugorje Marija Pavlovic Lunetti no sábado 21 de abril de 2012.

A notícia correu de boca em boca e o evento que incialmente seria realizado no velódromo de Palermo teve que ser transferido para outro local. devido a estrutura do velódromo ser considerada pequena para receber o grande número de pessoas. O Estádio de La Favorita ficou superlotado com os 30 mil fiéis, 450 voluntários, 70 membros do clero e 100 ministros extraordinários da Comunhão que distribuiram a Eucaristia.

Após a Santa Missa o momento alto do encontro foi o testemunho de Marija Pavlovic Lunetti a vidente que recebe a Mensagem de Nossa Senhora para o mundo todos os dias 25 de cada mês. A abertura dos portões do estádio aconteceu em La Favorita às 14 horas, mas havia pessoas como Anna Romeo casa de 45 anos com um grupo de amigos e parentes, foi para o local de madrugada para estar entre os primeiros a entrar uma vez que os portões fossem abertos: "eu fui a Lourdes muitas vezes - diz ela - impulsionada por necessidades pessoais relacionados com a doença de um parente meu. Quando soube que existia um vidente em Palermo eu me senti como uma chamada. Eu não poderia perder. "

No palco montado no estádio de La Favorita, Palermo, ao lado de Marija Pavlovic, estava Giacoma Chiarelli, esposa do ex-Presidente da Sicília, que está cumprindo sete anos de prisão por cumplicidade com a  máfia. Chiarelli recitou o rosário e outras orações e se ajoelhou ao lado de Marija.

Um membro da Comissão Vaticana sobre Medjugorje participou em primeira mão da experiência de uma Aparição quando o padre Salvatore Perrella se uniu a multidão de 30.000 pessoas para a Aparição de Nossa Senhora a vidente Marija Pavlovic-Lunetti em Palermo, Sicília, relatou o jornal local il Fatto Nisseno.

Padre Perrella, que completou 60 anos em 16 de abril, é marioligista e um especialista sobre a vida, o papel e a teologia da Virgem Maria. Desde 2011 atua como reitor da Pontifícia Faculdade Teológica Marianum em Roma. Ele também é professor de teologia dogmática e ensinou em várias universidades católicas importantes na Itália.

Voltar

 
Encontro e testemunhos...