Voltar

Paróco de Medjugorje se encontra no Vaticano

Ele foi a convite da Comissão do Vaticano sobre Medjugorje

A Comissão Vaticana sobre Medjugorje encontrou-se em Roma em 11 de outubro de 2013. No mesmo dia, o pároco de Medjugorje chegou em Roma também, convidado juntamente com 35 paroquianos. A Comissão Vaticana mudou a sua abordagem, examinando os frutos e avalia a possível presença do sobrenatural.
 
A investigação dos fenômenos de Medjugorje continuou neste 11 de outubro de 2013, quando a Comissão se reuniu em Roma , afirmaram pessoas próximas à Comissão para o jornal bósnio Dnevni List.
 
A reunião da Comissão acontece enquanto o pároco de Medjugorje, frei  Marinko Sakota também estava em Roma juntamente com 35 paroquianos locais, a convite da Comissão Medjugorje. O grupo de Medjugorje chega em Ancona no início da manhã desta sexta-feira, dia 10 de outubro de 2013  de navio, e de Ancona seguem até Roma de ônibus.
 
“A Comissão de investigação internacional sobre Medjugorje continua seu trabalho, e se reunirá no Vaticano na sexta-feira, Dnevni List soube de fontes próximas à Comissão”.
 
O jornal ainda soube que o trabalho da Comissão tem se movido em outra direção daquela no inicio, quando as figuras principais, como os videntes e outros foram chamados até Roma para testemunhar diante dos 17 membros.
 
“Depois de ouvir as principais figuras deste fenômeno: os videntes, o pároco na época (frei Jozo Zovko), o Bispo de Mostar, Ratko Peric, e o provincial franciscano Ivan Sesar, a Comissão continuou a trabalhar com uma abordagem um pouco diferente. Tudo se resume a uma monitorização cuidadosa do fenômeno inteiro, avaliar se há sinais inequívocos da existência do sobrenatural, e os frutos destes eventos nos últimos anos. Espera-se que após a sessão, que começa na sexta-feira, (dia 11 de outubro de 2013) possamos saber mais sobre a direção que o trabalho da Comissão vai tomar” escreveu o jornal bósnio com sede em Mostar Dnevni List.
 
Queridos filhos comenta esta notícia: os que acompanham de perto não tem dúvidas sobre a sobrenaturalidade dos fatos de Medjugorje. A Igreja, porém, em sua sabedoria milenar tem o seu próprio ritmo de conduzir a sua investigação e de fazer o seu pronunciamento e sabe a melhor hora e a melhor forma de dar o seu parecer. Quanto a nós, permaneçamos em oração.

Voltar